Podemos ver com frequência que as pessoas usam os termos “segurança de TI, segurança cibernética, cibersegurança ou em inglês cybersecurity” e “segurança da informação”, como se fossem sinônimos. Simplesmente porque, em suas definições mais básicas, ambas se referem à integridade e a confidencialidade das informações. Mas há uma diferença decisiva, que será esclarecida a seguir.

Segurança da Informação

As organizações, independente do ramo, possuem informações, como registros comerciais, dados pessoais e propriedade intelectual. Essas informações podem ser mantidas em lugares distintos e diversas maneiras de serem acessadas. Na maioria dos casos esses dados são acessados através de um computador ou material impresso, armazenados em servidores, HDs, pendrives, laptops, dispositivos móveis e outros locais.

Concorda, que tudo isso precisa ser mantido em segurança? Pois bem, esse processo é chamado de Segurança da Informação.

A Segurança da Informação possui duas subcategorias de proteção, que são:

  • A proteção do ambiente físico, para garantir que as instalações estejam seguras;
  • E a proteção do ambiente cibernético, afim de garantir que ninguém possa acessar informações eletronicamente. Isso é Segurança Cibernética.

Cibersegurança

A Segurança Cibernética abrange etapas de proteção que uma organização necessita para se manter segura contra ataques por meio de vulnerabilidades em sua rede e/ou sistemas de informação. Provavelmente seja mais comodo para os criminosos, conduzirem ataques cibernéticos, instalarem malwares e/ou enviarem phishings, do que a invasão a um prédio, evitando o deslocamento até as instalações da organização, diminuindo as evidências e a probabilidade de serem pegos.

Significando que, embora a Cibersegurança seja apenas uma parte da Segurança da Informação, possui um alto grau de importância.

É necessário compreender que todos os mecanismos da Segurança da Informação são importantes. A Segurança Física impede a invasão nas instalações da organização e a Segurança Cibernética é necessária para atenuar as ameaças internas. Desse forma, podemos entender a diferença e a relação que uma área tem com a outra para assim reduzir a probabilidade de acesso por um invasor.

Relação entre Segurança Cibernética e outras seguranças

Fonte